FAQ(s) perguntas frequentes

Sobre os serviços

Sobre a Avaliação Imobiliária

  • Porque o nosso serviço de avaliação imobiliária, é realizados por Peritos Avaliadores Licenciados e Certificados, a informação sobre o valor imobiliário que é prestada ao cliente é objectiva e rigorosa, englobando toda a segmentação do mercado imobiliário quer seja ele habitacional, comércio ou serviços.

  • É o valor do imóvel determinado pelo julgamento prudente sobre a futura comercialização do imóvel, efectuada pelo avaliador, tendo em conta os aspectos sustentáveis a longo prazo da propriedade, as condições normais do mercado, o seu uso corrente ou usos alternativos. Os factores especulativos deverão ser retirados no cálculo do valor.

  • Entende-se por Valor de Mercado, “a estimativa do montante mais provável em termos monetários pelo qual à data da avaliação, o imóvel poderá ser trocado num mercado livre aberto, competitivo e após adequada exposição, que reúna todas as condições para uma venda normal entre um vendedor e um comprador que actuem de livre vontade, com prudência, plena informação e interesse equivalente e assumindo que o preço não é afectado por estímulos específicos ou indevidos”.

  • A nossa Metodologia cumpre com a conformidade da European Valuation Standards (EVS) e da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

    Consoante a multiplicidade das necessidades dos clientes, as avaliações dos imóveis também diferem entre si. Assim, de acordo com a tipologia do imóvel e a sua utilização, selecionamos uma ou a combinação das seguintes metodologias:

    • Método de Comparação do Mercado;
    • Método de Custo;​
    • Método do Rendimento.

    Dentro de um âmbito mais alargado da avaliação imobiliária a 1STVALUE está ainda qualificada para a produção dos seguintes estudos:

    • Avaliação de activos imobiliários (habitação, comercial, industrial, rústicos) para fins contabilísticos (IAS/SNC),
    • Estudos de mercado;
    • Relatórios financeiros, partilhas e fins fiscais;
    • Análise de investimentos imobiliários;
    • Estudos de viabilidade construtiva, económica e financeira de um activo imobiliário;
    • Realização do Business Plan;
    • Avaliação pós ocupação;
    • Avaliação de qualidade do imóvel.

Sobre a Avaliação Acústica

  • A avaliação acústica pode ser realizada no âmbito da acústica de edifícios/salas; ruído ambiental e ruído laboral.

    Consiste na realização de ensaios acústicos onde é feita a medição do nível de ruído no interior dos imóveis, sejam eles habitações, escritórios, lojas ou outros.

    Esta necessidade tem origem no aumento do ruído exterior, que constitui um grave problema de saúde publica, daí a importância de melhorar cada vez mais a eficiência do isolamento acústico para conseguir um óptimo conforto no interior dos imóveis.

    A forma de quantificar um isolamento é medi-lo (ISO 140) e avaliá-lo (ISO 717); tanto o isolamento ao ruído aéreo (entre locais, fachadas, de elementos de construção) como o isolamento ao ruído de impacto. O Tempo de Reverberação (TR) é outro parâmetro requerido no cálculo do isolamento.

  • Serve para medir o nivel de ruído existente dentro do imóveis. Os ensaios acústicos servem para medir em decibéis o ruído perceptível dentro dos imóveis, produzido no exterior, desta forma mede-se o isolamento acústico do imóvel, sendo que quanto melhor for o isolamento acústico, maior é o conforto habitacional.

  • Sim! a maior parte das Câmaras Municipais já está a exigir um relatório acústico para efeitos de licenciamento.

  • As avaliações acústicas para terem validade perante os processos de licenciamento submetidos às Câmaras Municipais têm de ser realizados por técnicos que sejam acreditados pelo IPAC (Instituto para a acreditação) deve o requerente confirmar se a empresa ou técnico que se propõe à realização deste relatório é efectivamente acreditado por esta entidade sob pena de não conseguir licenciar o seu imóvel.

Sobre a Certificação Energética

  • O certificado energético classifica o desempenho energético de um edifício ou fração autónoma numa escala de A+ (melhor desempenho) a G (pior desempenho) recomendando um conjunto de medidas de melhoria, é um documento obrigatório para a venda ou arrendamento de uma fração sendo válido por um período de 10 anos.

  • Sim, é obrigatório desde Janeiro de 2009, qualquer fração destinada a habitação ou serviços, que seja transacionada ou arrendada, tem de dispor de um Certificado Energético.

  • O preço de um Certificado Energético varia consoante as características do imóvel (tipologia, área, nº de pisos e tipo de utilização)

    Para as frações habitacionais a variação do preço do serviço verifica-se entre os 69,00€ para pequenas frações e os 169,00€ para as frações  maiores ou moradias, acrescendo a este valor o IVA e uma taxa (Adene) que varia consoante a tipologia:

    Caso se trate de uma habitação a taxa Adene será entre os 28,00€ e os 65,00€+ IVA;

    Caso se trate de comércio ou serviços será a partir de  135,00€ para pequenos imóveis até 950,00€ + IVA dependendo da área do imóvel.

  • A nossa empresa entrega o CE  entre 5 a 7 dias úteis  após a vistoria.

  • Ao efetuar um CE valoriza de imediato o seu imóvel, aumentando a confiança dos compradores e influenciando positivamente a decisão de compra. Ao implementar as medidas de melhoria, poderá reduzir a fatura energética, melhorar a classificação energética do seu imóvel e reduzir o impacto ambiental.

  • Apenas podem emitir CE os PQ (Peritos Qualificados) e credenciados para efeito do Sistema de Certificação Energética (previsto no DL 80/2006). Deve o requerente ter bastante cuidado quando contrata uma empresa ou Perito Qualificado e exigir ainda antes da vistoria que lhe seja enviada (via email) a identificação do perito qualificado que irá efetuar a vistoria e o CE.

  • As taxas ADENE (Agência para a Energia) são cobradas por esta entidade, ligada ao desenvolvimento de atividades de interesse público na área da energia, do uso eficiente da água e da energia na mobilidade.

    A Taxa Adene é o valor cobrado pelo registo do Certificado Energético no Sistema de Certificação Energética de Edifícios (SCEE).

    A emissão dos Pré-Certificados Energéticos (PCE) e dos Certificados Energéticos (CE) no registo central no SCEE está sujeita ao pagamento de uma taxa definida pela Portaria n.º 349-A/2013 de 29 de novembro, alterada pela Portaria n.º 115/2015, de 24 de abril e pela Portaria n.º 39/2016, de 7 de março.

    Em relação ao registo do certificado no SCE, quando se trata de Edifícios de Habitação, o custo é variável dependendo da tipologia do Imóvel:

    • Tipologias T0 e T1: 28 euros;
    • Tipologias T2 e T3: 40,50 euros;
    • Tipologias T4 e T5: 55 euros;
    • Tipologias T6 ou superior: 65 euros.

    Quando se trata de Edifícios cuja afetação é comércio ou serviços a taxa de registo varia mas, em função da área útil de pavimento do imóvel.

    • Área igual ou inferior a 250 m2: 135 euros;
    • Área superior a 250 m2 e igual ou inferior a 500 m2: 350 euros;
    • Área superior a 500 m2 e igual ou inferior a 5000 m2: 750 euros;
    • Área superior a 5000 m2: 950 euros.

    Nota: a estes valores, acresce ainda o IVA à taxa em vigor.

    As despesas relacionadas com a emissão do certificado energético são declaradas como despesas com imóveis no IRS.

Sobre a Avaliação da Qualidade Imobiliária

  • Este serviço serve para detectar e debelar patologias construtivas, através do seguinte procedimento:

    • Levantamento e registo das patologias da construção;
    • Realização de medições e ensaios (em situações específicas, e sempre que se revele necessário, os ensaios serão realizados por laboratórios independentes e certificados de reconhecida competência a nível nacional);
    • Verificação da compatibilidade dos materiais e soluções adoptadas na construção com a regulamentação aplicável em vigor;
    • Verificação, exaustiva ou por amostragem, do cumprimento das soluções e especificações definidas nos projectos elaborados para a construção;
    • Análise das causas associadas às patologias detectadas, sejam estas de origem natural ou humana (inclui, sempre que necessária, a análise dos projectos que serviram de base à construção);
  • Esta Peritagem, é especialmente dirigida a todos os promotores imobiliários, proprietários e compradores de edifícios ou fracções, gestores de condomínios e seguradoras que pretendam um parecer independente sobre patologias verificadas nos seus edifícios.

  • Consiste na apresentação de soluções para a reparação das patologias detectadas: apresentação de soluções técnicas (peças escritas e desenhadas, incluindo cálculos justificativos e caderno de encargos) para a reabilitação da construção.
    Assessoria na análise e fiscalização dos trabalhos de reabilitação: análise  das propostas de trabalhos de reabilitação a realizar e acompanhamento da sua execução.
    Apoio técnico em tribunal: apoio a gabinete de advogados e prestação de testemunho técnico em tribunal, caso necessário.

  • O prazo para a realização desta peritagem depende da dimensão e afetação do imóvel, bem como o âmbito a que este se destina.

     

  • O custo da realização desta peritagem depende da dimensão e afetação do imóvel, bem como o âmbito a que este se destina.

SERVIÇOS IMOBILIÁRIOS

PROJETO

AVALIAÇÃO ACÚSTICA

desde 249,00€

AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA

desde 154,00€

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA

desde 84,00€

Avaliação da Qualidade imobiliária

desde 249,00€